23 julho 2006

Cobasi desrespeita o consumidor

No último 19 de julho, logo após o almoço, por volta das 14h, entrei na loja da Cobasi do Super Shopping Osasco. Iria comprar a ração do meu cachorro, a Premier Ambientes Internos Filhotes. Já tem algum tempo que eu penso em fazer um levantamento de preços para ver se vale a pena continuar com esta ração ou mudar para outra marca super premium e se a Cobasi realmente oferece os melhores preços nesse segmento de ração. Decidi que seria naquele dia, pois eu tinha algum tempo. Como a ração que tinha em casa estava no fim, de qualquer forma compraria um pacote novo da Premier. Quando cheguei no corredor dos produtos, vi a promoção que brindava com um cobertor na compra de dois pacotes de 2,5kg e decidi que levaria os dois pacotes.

Antes disso, resolvi conferir os preços das diversas marcas. Como variam as quantidades (peso) entre as marcas, decidi anotar num papel os preços. Eu havia colhido os preços de três marcas, quando fui abordado por um segurança(!). Enquanto eu estava agachado olhando um preço, o mesmo parou do meu lado, de braços cruzados, cara de mau, questionando se eu era “consultor de preços” ou algo assim.

Muito constrangido pela situação, pois nunca fui abordado por um segurança de loja, respondi que não, que era “particular”. Note que eu trajava roupas sociais (gravata, naquele calor), anotava os preços no verso de um papel todo dobrado, improvisadamente. Achei que com minha negativa o assunto estaria encerrado, mas o segurança insistiu, de forma nada simpática (óbvio que eu estou usando eufemismo), que era proibido fazer pesquisa, que eu não poderia, etc. Mais do que constrangido, muito irritado, me sentindo invadido, tendo que dar satisfação ao segurança, mostrei a ele minha carteira funcional, do local onde trabalho e minha profissão, nada relacionado à pet shops ou equivalentes, nada parecido com o que ele possa ter imaginado. E perguntei se poderia ficar em paz. Não pude, ele esticou o assunto.

Eu fiquei muito puto, me senti invadido na minha intimidade, não tinha que dar nenhuma satisfação a ele. E se eu estivesse fazendo pesquisa de preços? E daí? A loja é aberta, entra quem quer para pesquisar preços, os consumidores têm esse direito. Que história é essa de que não se pode pesquisar preço? E que história é essa de mandar um segurança abordar um cliente de forma tão ríspida, tão constrangedora? Não poderia um vendedor delicadamente perguntar se eu precisava de alguma ajuda?
E se eu fosse alguém trabalhando, fazendo pesquisa de preços? Desde quando podem impedir alguém de entrar numa loja aberta ao público para que faça uma pesquisa, seja para a imprensa, seja para outra loja? E o direito de ir e vir? E a liberdade de informação?
E a livre concorrência? Interessante essa postura de uma empresa que anuncia pomposamente em seu site que cobra qualquer oferta da concorrência.
O que se passou na cabeça de quem deu instrução tão estúpida ao segurança? Será que essa é uma “política da empresa”, truculenta, autoritária, arbitrária?

Sou, ou melhor, era cliente da Cobasi desde que meu cachorro foi para casa, há uns sete, oito meses. Freqüentava duas unidades. Comprei nessas lojas toda a ração que meu cão consumiu nesse período, além de brinquedos, “caminha”, mantas e remédios, além de serviço de banho, veterinárias e vacinas.
De certa forma, a questão da minha pesquisa de preços foi parcialmente resolvida: passaria a comprar a ração em qualquer lugar que não a Cobasi. Em algum lugar onde talvez cobrem mais caro, mas me tratem com civilidade e respeito, quem sabe até simpatia.

Eu saí da loja, irritado, ofendido, frustrado e sem a ração e o cobertor do meu cachorro.
Acabei comprando ração em outra Pet Shop, com preços próximos. Mas não tinha a Premier lá.
Acabei comprando a Eukanuba.

Assinado,
um ex-cliente da Cobasi

23 de julho de 2006




¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Convido você a uma breve leitura de outros tópicos:
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


Em tempo:

Caros,
Este texto foi elaborado em julho de 2006, ainda no calor das emoções do momento.
Depois de muito tempo, voltei a freqüentar a Cobasi (não a de Osasco) e não tive mais problemas.
Respeito com o consumidor ainda não é um hábito no comércio, infelizmente.
Aliás, cabe outro registro.
Levo meu cachorro periodicamente numa das clínicas veterinárias de uma Cobasi. Lá o atendimento sempre foi excelente. As veterinárias são muito atenciosas e sempre tiram todas as dúvidas. Só tenho elogios a fazer quanto à clínica veterinária.
É isso.

2/9/08 11:39 PM

19 comentários:

André Lasak disse...

Animal o texto!

Se eu fosse você, eu mandava este link para o UOL, Estadão, Terra, Ig e afins...

Anisio R. T. disse...

Olá sei que esse fato ocorrido é antigo, mas se fosse comigo eu terei ido a impressa denunciado o ocorrido, impressa tanto na internet como impressa, pois isso não pode ficar barato, e de quebra como em determinadas situações que estou certo de meus direitos de consumidor, e que no local não diz nada que você não pode anotar preços para pesquisa como consumidor, entrava com uma ação no Procon, por desrespeito ao codigo do consumidor, e de quebra entraria com uma ação judicial por danos morais, pelo constrangimento sofrido na ocasião, mesmo não tendo comprado nada, mas do jeito a situação, sendo que imagino eu tinha outras pessoas observando você ser abordado por um segurança como se você estivesse cometendo alguma infração...

Anônimo disse...

Você deveria procurar o Procon, isso afeta diretamente os direitos do consumidor. Ridícula a atitude deles. Você nem chegou a conversar com um gerente da loja? Aqui na minha cidade também tem uma Cobasi (Campinas/SP).

Anônimo disse...

Prezado,,,
LI seu comentario e achei absurdo. Mais confesso,, voce vacilou,, deveria ter chamado o gerente e feito a maior reclamacao. Agora é tarde chorar o leite derramado.
Dá proxima vez, seja mais maduro

Anônimo disse...

mano para de chorar evai na pet center marginal la tem de tudo pro mundo animal pet center marginal temmmmmmmmmmmmm .

Anônimo disse...

MEU!!!!

VC DEVERIA TER RECLAMADO NA HORA..
ESSES SEGURANÇAS SÃO MAL FORMADOS
SE ACHAM AUTORIDADES..

Anônimo disse...

Bom, primeiro chamaria a polícia na hora e segundo entraria em contato com Celso Russommano.... Aí eu queria ver se
o topete da loja iria continuar ... Sds

Aenise ( aenise@uol.com.br) disse...

Não vá para a pet center marginal, meu cachorro morreu no dia 14/10, eu estava em Caraguatatuba e nenhum médico me atendeu ao telefone, sendo que meu cachorro estava com os mesmos sintomas em que foi tratado na clínica da pet center marginal em Agosto ; só liguei para eles pois não havia um médico de plantão na cidade. Liguei até de madrugada, mas não me atenderam... falei depois com a doutora Valéria, que me atendeu super mal, e ninguém retorna meus e-mails. Estamos num país sem regras e sem justiça!!!

Paulo Ricardo disse...

Aqui na Cobasi de Campinas eu pesquiso preço (pesquisa de mercado - minha mãe tem uma pet shop) umas duas vezes por semanas, descaradamente. Reviro a loja toda. Nunca ninguém reclamou não, alguns funcionários já até ficaram olhando eu escrever no bloquinho, mas nunca foram tirar satisfação não. E se vier, vai ser com um quente e dois fervendo, rs.

[]'s

Anônimo disse...

pára meu.. eu faria um escandalooooo

Anônimo disse...

Olá, estes pet shops são assim mesmo, eles acham que podem inibir o cliente, com este negócio de não
poder fazer pesquisas de preços já
trabalhei em um pet shop e sei como éh, els são completamente desinformados, ah mais eu teria chamado o gerente sim e ido a polícia, ninguém pode ser abordado
deste jeito mais tudo bem, vá ao pét da marginal que é enorme e tem de tudo mesmo, boa sorte.

Anônimo disse...

a cara se fosse você na hora...chamava um advogado...processava eles....ligava para reportagem fazia um aue....Eu compro na cobasi da Av Ricardo Jafet, sempre foram prestativos e educados comigo...Outra a educação é do local...você ia ver se tivesse rodado a baiana se o dono da franquia não ia resolver o problema desta filial....
Patricia

Anônimo disse...

a cara se fosse você na hora...chamava um advogado...processava eles....ligava para reportagem fazia um aue....Eu compro na cobasi da Av Ricardo Jafet, sempre foram prestativos e educados comigo...Outra a educação é do local...você ia ver se tivesse rodado a baiana se o dono da franquia não ia resolver o problema desta filial....
Patricia

Anônimo disse...

Eu também sou ex-cliente do Cobasi Ceasa. Definitivamente é uma loja que apraticva preços altíssimos e com certeza não sabem treinar esses tais seguranças, ou olheiros.
Na atual loja que eu compro rações e outros produtos, há um preço legal e qualidade no atendimento. Ouvi dizer que, curiosamente, o Cobasi, incomodado que ficou com o sucesso dessa nova loja, mandou funcionários irem pesquisar preços, aí, foram pegos e postos para fora.
O Cobasi tem uma politica arrogante perante seus clientes antigos - pouco se lixam para eles.
Com relação a atendimento em clinicas veterinárias, sei bem como certos profissionais nos tratam mal, nos deixando na mão com o animal doente e sem nos dar retorno e oirentação correta.
O único lugar que eu fui muito bem atendida e aonde realmente os profissionais da área são comprometidos e responsáveis é o Hospital Veterinário Pompeia.
E mais, veterinário que atende em domicilio, não funciona, (salvo raríssimas execeções), você não os localiza quando for uma emergencia na madrugada, por exemplo.

mavigo disse...

Caros,
Este texto foi elaborado em julho de 2006, ainda no calor das emoções do momento.
Depois de muito tempo, voltei a freqüentar a Cobasi (não a de Osasco) e não tive mais problemas.
Respeito com o consumidor ainda não é um hábito no comércio, infelizmente.
Aliás, cabe outro registro.
Levo meu cachorro periodicamente numa das clínicas veterinárias de uma Cobasi. Lá o atendimento sempre foi excelente. As veterinárias são muito atenciosas e sempre tiram todas as dúvidas. Só tenho elogios a fazer quanto à clínica veterinária.
É isso.

Meire Muri disse...

Amigo, infelizmente você foi vítima de um ou mais funcionários mal informados.
Quando algo parecido acontece comigo, após 5 anos na Faculdade de Direito, me sinto fotalecida em passar na cara dessa gente, parte da legislação. Ma o correto é todo e qualquer cliente faça o mesmo, pois os conceitos que você citou, direito a liberdade e tudo mais, é de conhecimento de todos nós que vivemos num país democrático.
Assim amigos, sem medo de fazer "barraco", seja chique e reclame, e se precisar chame a polícia, eles entendem muito bem a lei e poderão remediar. Já fiz isso e é satisfatório, na maioria das vezes recebi do próprio gerente da loja, o pedido de desculpas.
Abraços,
Meire

Anônimo disse...

Bem, comigo pela clínica veterinária tive sérios problemas na Cobasi/ Villa Lobos , levei meus dois gatos para fazer limpeza dentária , porém um deles voltou "inflado", depois vim a saber que tal ocorrido poderia matar o gato , levei-o a outro veterinário , onde enfaixaram o gato por várias semanas e retiraram o ar com seringa várias vezes, o q ocorrera , q qdo o gato foi sedado e anestesiado , entubado , ouve um rompimento na traqueia q acabou levando o ar até a subserosa do corpo todo ! O descaso foi que a Cobasi não quis se comprometer apesar de nos tratarem educadamente , jogaram a dívida para as veterinárias que jamais pagaram e sequer admitiram a óbvia culpa delas!ps. não entrei na justiça , só pedi á Cobasi q sabendo disso e com atestamento e obviedade , se comprometessem a pagar ao menos o q foi gasto com os gatos na veterinária... se caso eu entrasse na justiça eles teriam q pagar mais do que eu amigavelmente requisitei.Por isso , até onde sei as veterinárias q eu consultei lá não foram nda éticas e demonstraram muita incompetência!

marcio-barbosa@uol.com.br disse...

Agrego a isso o fato da Cobasi vender animais que requerem alimentação especial como o Furão que minha filha comprou a quase 1000 reais e que pela TERCEIRA vez não tem comida para ser adquirida na loja. Dizem que tem problemas com importação... E eu pergunto: agora o que eu faço com o bichinho ? Deixo morrer de fome ? A ração da Marshal é a unica que ele aceita. O codigo do consumidor exige que se atenda o produto vendido... Estou aguardando chegar sem data a bendita ração e torcendo para o bichinho não morrer de fome ou aceitar a ração alternativa que ele rejeitou... Isso é um CRIME contra os animais e contra os consumidores de boa-fé.

Anônimo disse...

eu todo sabado vou na cobasi do brooklin ,la sou atendida bem e nao ha nenhum segurança apenas pesoas que ficam la para te ajudar ou te guiar para alguma parte de la eu recomendo esta cobasi...